Técnicas Projetivas

Apresentamos 4 técnicas que podem levar você a experienciar a projeção lúcida. O sucesso do auto-experimento depende da força de vontade, disciplina e determinação na aplicação das mesmas.

Sobre Técnicas Projetivas

As técnicas projetivas são procedimentos estruturados com objetivo de facilitar a obtenção de lucidez extrafísica (fora do corpo) e rememorar as experiências multidimensionais. Existem técnicas para cada fase do ciclo projetivo que, resumidamente, abrange o período anterior à experiência, a projeção em si e o período posterior.

No tratado Projeciologia, disponível para download gratuito, encontramos dezenas de técnicas projetivas. Sob a ótica da autopesquisa, o mais adequado é a pessoa experimentar as técnicas até encontrar as quais se adapta melhor. 

Independente da técnica aplicada, em se tratando da tentativa de se desenvolver enquanto projetor(a) lúcido(a), observam-se posturas facilitadoras: 

  1. A vontade para se projetar. 
  2. A intencionalidade: motivo pelo qual deseja sair do corpo com lucidez. 
  3. O estado fisiológico e psicológico. 
  4. A auto-organização. 
  5. A persistência e a determinação. 
  6. A preparação do ambiente físico para maior conforto do corpo. 
  7. O aproveitamento e o registro de toda experiência. 
  8. O estado energético. 
  9. O momento da vida. 
  10. A autoconfiança nas próprias potencialidades. 
  11. O espírito investigado, científico e sem misticismos. 

Qualquer pessoa pode sair do corpo humano com lucidez. Basta querer com vontade firme e empregar técnicas específicas.

Waldo Vieira, Nossa Evolução, 1997

Qualquer pessoa pode sair do corpo humano com lucidez. Basta querer com vontade firme e empregar técnicas específicas.

Waldo Vieira, Nossa Evolução, 1997

Técnica da Concentração Mental

Essa técnica se baseia na concentração fixa, direta e sem desvios de todos os seus sentidos e faculdades mentais sobre um único objeto. O pesquisador busca então, através da concentração mental unidirecional, concentrar toda sua vontade em um único sentido, o que leva a consciência (a pessoa) a se desligar de tudo à sua volta até que o seu psicossoma (outro corpo de manifestação) se desencaixe do corpo físico. 

De acordo com diversos relatos projetivos, há de ser considerada o momento exato da mudança de marcha mental. A chave da projeção da consciência voluntária exige flexibilidade atenta para saber quando se concentrar e quando se desconcentrar, ou seja, quando focar na técnica projetiva empregada e quando desfocar dos procedimentos para permitir que a experiência aconteça.  

A Técnica da Concentração Mental está descrita de forma completa na seção Técnicas de Projeção Consciente, item 201, do livro Projeciologia, 11ª edição. Em resumo, é composta das seguintes fases: 

O projetor senta-se em local isolado e fechado, escuro, portando roupas leves ou desnudo, de forma que não seja perturbado enquanto durar o experimento; acende-se uma vela sob superfície firme e a certa distância do projetor e demais componentes do ambiente (móveis, paredes, cortinas, tapetes, etc), de forma a evitar risco de incêndio; Sentando de forma confortável em cadeira ou poltrona, com tronco ereto e mãos sobre as coxas, o pesquisador deve fixar sua atenção na vela acessa, de maneira atenta e concentrada, até perder toda e qualquer percepção do mundo físico em torno do experimento.

Neste ponto, somente existem no mundo somente o observador e a vela. A vela é uma extensão do pesquisador, do seu corpo humano. Quando sentir a sua consciência tornar-se suspensa, primeiro imagine ou visualize o seu psicossoma movendo-se para fora do corpo humano e indo na direção da vela acesa. Depois, sinta a sua saída e a sua ida até à vela. 

Técnica da Projeção da Consciência
pelo Estado Vibracional

O estado vibracional é a condição na qual o energossoma (corpo das energias, formado pelos chacras) e o psicossoma (corpo das emoções) aceleram as vibrações a fim de escaparem às vibrações lentas do corpo humano, o que pode produzir a projeção da consciência intrafísica através do psicossoma. 

O estado vibracional advém da intensificação do desprendimento ou liberação das energias conscienciais, pode ser perceptível ou imperceptível pela consciência, e acontece mais frequentemente nas projeções conscienciais através do psicossoma com densidade maior, devido ao fato deste veículo carregar consigo um lastro maior do energossoma. 

Esta técnica consiste do experimentador se deitar de maneira otimizada em cama ou poltrona e induzir o estado vibracional por meio da técnica do circuito fechado, mantendo o corpo físico relaxado, com objetivo de promover descoincidência dos veículos de manifestação da consciência. 

No estágio final do estado vibracional podem ocorrer a sensação de pressão intracraniana e, logo após, a decolagem do psicossoma portando consigo a consciência, podendo esta permanecer consciente ou inconsciente quanto à ocorrência. 

Às vezes o fenômeno do ballonnement (sensação de balonamento ou expansão do corpo) surge para o projetor nos momentos anteriores à decolagem do psicossoma, ou no período da pré-decolagem, seja antes ou concomitante com o estado vibracional e constitui efeito da própria exteriorização do psicossoma, em geral acompanhado de lastro maior do energossoma. 

Técnica da Projeção Consciente
Fragmentada

Nesta técnica, após a fase de auto-relaxação física e mental, e com as pálpebras cerradas, o experimentador concentra-se a sua atenção sobre um segmento ou parte do corpo (mão, braço, perna, etc…). 

Em seguida, enquanto concentra-se na parte escolhida, deve querer com decisão firme que a mesma saia ligeiramente da condição de coincidência dos seus corpos ou veículo de manifestação para cima. Logo após, dá-se prosseguimento ao experimento com segmento do corpo adjacente ou contíguo. Por exemplo, após a descoincidência da mão esquerda, prossiga para o braço esquerdo. 

Não tente apressar o processo. Use a paciência e persistência. Talvez sejam necessárias várias tentativas até obter êxito até no primeiro segmento do corpo. Na projeção parcial, ou semiprojeção, o experimentador pode ter a percepção de possuir uma terceira mão (paramão), ou uma terceira perna (paraperna), ou até quatro braços. 

Se for alcançado êxito na projeção fracionada, esteja preparado para, sob comando volitivo imperioso, projetar a sua consciência por inteiro na dimensão extrafísica. Em geral, a cabeça extrafísica (paracabeça) costuma ser a última parte a deixar a coincidência dos veículos conscienciais.  

Não se deve confundir a semiprojeção com a projeção semiconsciente. Na semiprojeção acontece a exteriorização parcial do psicossoma. Já na projeção semiconsciente dá-se a descontinuidade da lucidez da consciência projetada. Ambas ocorrem em condição de descoincidência vígil. 

Técnica das Fugas Imaginativas

No emprego da imaginação criativa – pela imagética ou imagística – o experimentador utiliza os fatores de um intenso desejo e a visualização das imagens que se aplicam para sugerir, numa forma de autossugestão, ou auto-hipnose, a separação da consciência do cérebro físico, ou seja: a saída do psicossoma carregando a consciência para fora do corpo humano, na sua fuga do ambiente físico (intrafisicalidade) para outro bem-caracterizado (extrafisicalidade). 

Este processo para se projetar também pode ser induzido por um instrutor ou até mesmo através de gravação preparada, que vai ordenando a você as ações das fases diversas do experimento. 

Eis exemplos de fugas imaginativas que podem ser utilizadas para promover a descoincidência do psicossoma: 

  1. Mar. O processo mais comum de imaginação criativa é você imaginar estar ancorado no leito do oceano e precisar, desesperadamente, subir, forçando o caminho para a superfície da água.
  2. Muralha. Outro método é você visualizar a si mesmo num lado de alta muralha, em uma área deserta, e tentar saltar ou escalar a muralha para ganhar acesso à aprazível e verdejante paisagem existente no outro lado.
  3. Escadaria. Um terceiro procedimento é você concentrar-se na subida imaginária de uma escadaria até o alto, onde se alcança outro distrito, destacando-se, nessa ocasião, o seu psi-cossoma do corpo humano.

As imagens mais apropriadas para a sua fuga imaginativa serão aquelas que venham a emergir da sua mente inconsciente, ou intimamente associadas à sua vida pessoal. 

Conheça

Conheça mais sobre a Experiência Fora do Corpo (Projeção da Consciência) e outros fenômenos através de nossas palestras, cursos, livros e lives.

Dúvidas? Mande um Whats!